Rinite Com a chegada do inverno, aumenta a incidência das doenças da estação como rinite, gripe e resfriado. O alergologista, Dr. Gustavo F. Wandalsen, conta como se proteger das doenças respiratórias da estação, fique atento às dicas.

13/06/2017

1. Qual a diferença de rinite e sinusite?
A rinite é uma doença crônica da mucosa nasal que costuma aparecer junto com sintomas nasais recorrentes, normalmente agravados nos meses de inverno. A sinusite é uma doença infecciosa aguda causada por um microrganismo específico. Apesar de alguns sintomas comuns, essas duas doenças possuem abordagem e tratamento distintos.

2. Toda rinite é alérgica?
Não. Apesar da rinite alérgica ser a forma mais comum de rinite, há diversos tipos de rinite como a infecciosa (causada por vírus ou bactérias), a rinite não alérgica e a ocupacional (causada pelas condições do trabalho). O diagnóstico correto é importante para o tratamento adequado da rinite.

3. Quais as principais causas da rinite alérgica?
Os ácaros da poeira são os principais responsáveis pelas alergias respiratórias no nosso meio. Diversas medidas simples podem reduzir nossa exposição a esses alérgenos, tais como: forrar o colchão e o travesseiro com material impermeável ou com capas específicas para ácaros; lavar a roupa de cama semanalmente; evitar revestimentos, decorações e objetos que possam acumular ácaros nos quartos (cortinas, tapetes, carpetes, bichos de pelúcia e almofadas); revestir móveis estofados (sofás e poltronas) com material sintético ou impermeável; limpar regularmente as superfícies com panos úmidos ou álcool.

4. Como se “pega” rinite alérgica?
A alergia possui um forte componente hereditário e pessoas com história positiva, tanto pelo lado materno quanto paterno, possuem risco muito elevado de também desenvolverem alergia. Porém, isso não ocorrerá obrigatoriamente. Há ainda a possibilidade do pacienteapresentar manifestação alérgica diferente da encontrada nos pais e, ao invés de rinite alérgica, desenvolver, por exemplo, asma ou alergia na pele.

5. Quais os sintomas da rinite/sinusite?
Coceira no nariz e nos olhos, congestão nasal, espirros frequentes e secreção no nariz são os principais sintomas da rinite. Os pacientes com rinite costumam apresentar esses sintomas de forma recorrente, mas principalmente após contato com poeira, animais domésticos e irritantes, como fumaça de cigarro e poluição ambiental. Na sinusite, os sintomas mais comuns são de obstrução nasal, secreção nasal (frequentemente amarelada ou esverdeada), tosse e dor de cabeça.



6. Mudanças no clima causam rinite/sinusite?
Sim. Mudanças bruscas na temperatura podem induzir sintomas em pessoas com rinite. Além disso, as infecções virais, que também causam agravamento da rinite, são mais frequentes nessas épocas.

7. Rinite/sinusite tem cura?
A sinusite aguda é uma doença causada por vírus ou bactérias que na grande maioria das vezes apresenta melhora espontânea ou com tratamento específico, como uso deantibióticos. A rinite alérgica não tem cura e seu tratamento visa controlar os sintomas.

8. Existe vacina para rinite/sinusite?
Não há vacina para sinusite. Pessoas que apresentam sinusites recorrentes devem ser avaliadas por um médico e o tratamento dos fatores predisponentes, como a rinite alérgica, pode reduzir o número de novas sinusites. Na rinite alérgica, há a possibilidade de tratamento com imunoterapia específica, conhecida como vacina de alergia. Este é um tratamento individualizado que é feito por profissionais especializados (alergistas).

9. Como prevenir a rinite/sinusite?
Não há uma forma específica de prevenção para a rinite e sinusite. O tratamento regular com medicamentos, quando indicado, é fundamental para o controle dos sintomas. A redução do contato com poluentes e irritantes, como a fumaça de cigarro, auxilia muito na diminuição dos sintomas ou das crises. Alguns hábitos saudáveis, como a lavagem regular da cavidade nasal com solução salina, também podem auxiliar.

10. Faz mal segurar o espirro?
Sim, segurar o espirro pode fazer mal. O espirro é um mecanismo que temos para tentar expelir algo que irrita a mucosa do nosso nariz e quando seguramos o espirro isso não acontece. Quando obstruímos o nariz na hora do espirro, há um aumento súbito e importante da pressão dentro da cavidade nasal que pode lesar, por exemplo, a membrana do tímpano, no ouvido.

11. Tempo seco piora a rinite/sinusite?
A baixa umidade relativa do ar é danosa à mucosa do nariz. Nos dias muito secos, a mucosa do nosso nariz fica ressecada e a secreção nasal torna-se mais espessa e difícil de ser removida. Essa condição climática pode intensificar e desencadear sintomas (como tosse, obstrução nasal e pigarro) em pessoas predispostas, particularmente nas crianças. Beber bastante líquido é fundamental. A utilização de nebulizadores, umidificadores e recipientes com água ou panos úmidos nos cômodos melhora a umidade do ar e é recomendada nestes dias, principalmente durante a noite. Nesses casos, a umidificação da mucosa nasal por meio da lavagem com soro fisiológico reduz lesões da mucosa nasal e a formação de crostas, além de fluidificar secreções.

*Contéudo desenvolvido por Gustavo Falbo Wandalsen (CRM 83772 -– SP Alergologista – UNIFESP)
*Este conteúdo não reflete necessariamente a opinião da Sandoz do Brasil BR1707669355 - Julho/2017