O quê todos precisam saber sobre diabetes Principais dúvidas sobre Diabetes.

13/03/2018

O diabetes é uma doença silenciosa, mas com graves consequências para a saúde.
Tire suas dúvidas nesta entrevista com o Dr. Augusto Pimazoni Neto, Coordenador do Grupo de Educação e Controle do Diabetes do Hospital do Rim – Unifesp e saiba como se prevenir ou como controlar o diabetes e ter mais bem-estar.

Sandoz: Quantos por cento dos pacientes com diabetes tem o tipo 1 e quantos tem do tipo 2?

Dr. Augusto: As estatísticas mostram que 10% da população com diabetes apresenta o diabetes tipo 1 (diabetes desde criança) e 90% apresenta o diabetes tipo 2 (diabetes do adulto).


Sandoz: Em que idade normalmente as pessoas descobrem que têm diabetes?

Dr. Augusto: O diabetes tipo 1 em geral se manifesta de forma abrupta em crianças e adolescentes. Já o diabetes tipo 2 costuma se manifestar depois dos 40 anos de idade.


Sandoz: A maioria dos pacientes percebeu os sintomas e foi procurar um profissional?

Dr. Augusto: A prática clínica mostra que mais de 50% das pessoas com diabetes tipo 2 teve seu diagnóstico feito acidentalmente e sem manifestação prévia de sintomas sugestivos da doença.


Sandoz: Quais são os primeiros sintomas?

Dr. Augusto: Os sintomas clássicos do diabetes incluem excesso de sede (polidipsia), excesso de urina (poliúria) e excesso de apetite (polifagia). Mas, é importante ressaltar que mais da metade dessas pessoas não apresentam sintomas típicos de diabetes.


Sandoz: Quais são os mitos e verdades em relação ao diabetes?

Dr. Augusto: A Sociedade Brasileira de Diabetes publicou um conjunto importante de mitos e verdades sobre diabetes, os quais são discutidos a seguir:

Mito: Se você está acima do peso ou obeso, um dia vai desenvolver diabetes tipo 2.
Estar acima do peso é, sim, um fator de risco para diabetes tipo 2, mas há outros, como a história familiar e a idade. Mas atenção: pessoas magras também podem ter diabetes.

Mito: Comer muito açúcar causa diabetes.
A resposta não é tão simples. Diabetes tipo 1 é causado por fatores genéticos e outras causas ainda desconhecidas. Diabetes tipo 2 é causado por fatores genéticos e estilo de vida. Estar acima do peso contribui para o risco de desenvolvimento do diabetes tipo 2. Algumas pesquisas mostraram que o consumo de bebidas açucaradas, como sucos industrializados e refrigerantes, pode ter vínculo com o desenvolvimento do diabetes tipo 2.

Mito: Pessoas com diabetes não podem comer doces ou chocolate
Doces e chocolates podem ser consumidos por pessoas com diabetes, se estiverem dentro de um planejamento alimentar combinado com exercícios físicos. Outra dica importante é evitar pular refeições e consultar sempre seu médico.


Sandoz: É possível um pré-diabético evitar a doença somente com uma alimentação adequada?

Dr. Augusto: Uma alimentação adequada pode promover um controle eficiente da condição de pré-diabético, desde que as orientações nutricionais sejam seguidas rigidamente. Em alguns casos, o tratamento farmacológico pode ser necessário.


Sandoz: Quais são as principais orientações para evitar essa doença?

Dr. Augusto: O diabetes tipo 2 apresenta um componente genético, por outro lado, fatores ambientais como uma alimentação desregrada e a ingestão excessiva de carboidratos e gorduras podem levar a uma condição de obesidade, que aumenta o risco do desenvolvimento de diabetes.


Sandoz: E no caso de quem já foi diagnosticado com diabetes, quais as orientações?

Dr. Augusto: O diabetes não tem cura, mas pode ser controlado. É muito importante a realização de testes de glicemia em domicílio para avaliar de maneira mais precisa como anda o controle glicêmico.



Dr. Augusto Pimazoni Netto – CRM SP 11970
Coordenador do Grupo de Educação e Controle do Diabetes do Hospital do Rim – Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP


*Este conteúdo não reflete a opinião da Sandoz do Brasil. Fevereiro/2018 – BR1803786167